Dois ex-ministros são condenados por ter relação com genocídio em Ruanda

O  Tribunal Penal Internacional para Ruanda – criado pela ONU e que  já realizou 50 julgamentos e condenou mais de 30, entre ministros, prefeitos e outros político-  nesta sexta (30 de setembro)  condenou   dois homens e absolveu outros dois  por ajudar a idealizar o genocídio em Ruanda, 1994. Os condenados foram Justin Mugenzi e Prosper Mugiraneza, ex-ministros do comércio e serviço civil que faziam  parte do chamado governo de transição que assumiu o poder em abril de 1994 e, cem dias depois, foi responsável pelo extermínio de 75% da minoria tutsi – cerca de 800 mil pessoas. Ambos condenados a 30 anos de  prisão.

Os absolvidos foram Casimir Bizimungu e Jerome-Clement, Bicamumpaka respectivamente o ex-ministro da saúde  e o ex-chanceler.

Anúncios

Sobre Vicky Régia

Sou uma jovem que se importa com que acontece no mundo e que acredita que através da informação realmente podemos fazer a diferença.
Esse post foi publicado em Justiça e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Dois ex-ministros são condenados por ter relação com genocídio em Ruanda

  1. Bruna Rayara disse:

    Até que enfim a justiça esta sendo feita, as pessoas que tiveram alguma participação o genocídio devem ser punidas!!!!

  2. Satish Ravan disse:

    To
    Reader,

    This is disgusting matter.
    I don’t like what was happened…..
    they must be punished…….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s